Tendências na Psicologia para 2022

Like Melon > Gestão e Psicologia Positiva  > Tendências na Psicologia para 2022
tendencias da psicologia

As tendências na psicologia para o próximo ano apostam em marketing, tecnologia e produtos e serviços inovadores.

No artigo de hoje vamos falar sobre o que o próximo ano nos reserva, e quais são as tendências na psicologia para 2022.

 

A saúde mental no contexto da pandemia

Você também percebeu que serviços psicológicos tiveram um significativo aumento durante os últimos meses?

O cenário foi assombroso: notícias sobre a enfermidade, o número de mortes aumentando a cada dia, milhões de desempregados.

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho confirma que houve recordo nos pedidos de auxílio-doença em 2020.

Os afastamentos motivados por transtornos mentais tiveram aumento de 33,7%, passando totalizando 285,2 mil no ano passado.

Depressão e ansiedade constam como as principais causas de incapacidade para o trabalho na próxima década.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Panamericana de Saúde (Opas) falam, inclusive, em uma pandemia de saúde mental.

Isso tudo fez com que a saúde mental das pessoas tivesse um impacto negativo muito grande, e recorrer para o apoio psicológico foi a saída.

Sendo assim, não apenas indivíduos procuraram ajuda, bem como empresas, escolas e outras organizações também.

Das áreas de atuação que tiveram importante crescimento nos últimos meses, podemos destacar que as principais são:

 

  • Psicologia clínica
  • Psicologia hospitalar
  • Psicologia organizacional
  • Psicologia social e jurídica

 

Entretanto, muitos outros ramos da saúde mental tiveram aumento na procura, de acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Segundo a entidade, 67% dos profissionais de saúde mental afirmaram ter atendido novos pacientes pela primeira vez durante a pandemia.

Além da própria dificuldade encontrada pelas pessoas em saber lidar com o cenário, outros motivos possibilitaram esse crescimento.

Listamos algumas das principais razões para o aumento no número de consultas:

 

  • Teleatendimento, com a utilização da tecnologia, trazendo maior facilidade, comodidade e segurança para os pacientes;
  • Marketing digital, que permitiu maior conexão entre psicólogo e público, aumentando o engajamento nas temáticas comportamental e emocional;
  • Mais informação, com a divulgação de assuntos relacionados à saúde mental e ao bem-estar emocional, inclusive com a participação de profissionais na mídia e nas redes sociais;
  • Novos produtos e serviços psicológicos, que atendem a demandas específicas e nichos de mercado, oferecendo personalização e inovações, como palestras, lives, podcasts, rodas de conversa, entre outros.

 

Além de outras ações que fazem com que a psicologia se torne uma área cada vez mais apreciada e respeitada.

Por conta disso, especialistas indicam que a procura por serviços e produtos psicológicos tende a aumentar ainda mais.

Sendo assim, psicólogos precisam estar atentos ao mercado para conhecer as tendências na psicologia para 2022.

 

5 tendências na psicologia para o próximo ano

Partindo desse entendimento, vamos entender quais as tendências na psicologia para os próximos doze meses.

Devemos levar em consideração que muitos desses aspectos já são realidade hoje, conforme citamos anteriormente.

Porém, com o passar do tempo, serão concretizadas e sedimentadas, impossíveis de voltarem atrás.

Algumas das tendências na psicologia que veremos, são:

 

  1. Telepsicologia
  2. Variedade de ambientação dos profissionais
  3. Marketing digital para psicólogos
  4. Inovação em produtos e serviços psicológicos
  5. Tecnologia na Psicologia

 

A fim de trazer maior entendimento sobre as tendências na psicologia para os próximos anos, vamos detalhar cada uma delas.

 

Telepsicologia

Definitivamente, o online veio para ficar em nossas vidas e a nossa rotina de trabalho, de estudos e de entretenimento.

Assim como o Ensino à Distância e a telemedicina, a telepsicologia foi uma das principais conquistas da sociedade.

Além de garantir mais conforto e comodidade para os pacientes, a telepsicologia abriu as portas para muitos profissionais.

Sem a necessidade de pagar altos valores com despesas, como aluguel, energia e internet, muitos psicólogos puderam atuar da própria casa.

Fora isso, em meio à quarentena, com todos impossibilitados de sair de casa, a telepsicologia garantiu a segurança de todos.

 

Variedade de ambientação dos profissionais

Além da psicologia clínica, cresceram também os investimentos em outras modalidades de atendimento.

Empresas, escolas e outras organizações passaram a aderir a serviços de saúde mental para seus colaboradores e membros.

Portanto, uma das tendências na psicologia para o próximo ano é uma maior contratação de psicólogos nos mais diversos ambientes.

Muito além de clínicas e consultórios, outros lugares compreenderam a necessidade de contar com um psicólogo na equipe.

E não apenas no ambiente físico, mas muitas corporações tendem a investir também nas ferramentas virtuais.

Rodas de conversa temáticas, palestras online para equipes e atendimentos individuais personalizados online são algumas opções.

 

Marketing digital para psicólogos

O marketing digital para psicólogos está em franco crescimento e expansão.

Esses profissionais compreenderam que existe a possibilidade de divulgar seu trabalho sem ferir a ética e o compromisso profissional.

Ao contrário, os psicólogos entenderam que levar mais informação e conteúdo de qualidade às pessoas é fundamental.

Além de prestar um serviço valioso à sociedade, o psicólogo pode também promover seu trabalho e angariar novos clientes.

Ferramentas inovadoras de marketing digital estão entre as principais tendências na psicologia.

O marketing da consciência para psicólogos ajuda os profissionais a compreenderem o mercado, o público e a persona.

Outras ferramentas, como o marketing através do entretenimento também contribui para manter a audiência conectada, educada e engajada.

 

Inovação em produtos e serviços psicológicos

Com maior conhecimento sobre os aspectos que envolvem a sua atuação no mercado, o psicólogo pode ter mais criatividade.

Porém, é necessário unir esforços de marketing ao conhecimento que ele possui sobre os desejos e necessidades de seu público.

Desta forma, é possível a criação e o desenvolvimento de produtos e serviços inovadores para os clientes, antigos e novos.

É possível criar um site interativo, onde o público possa encontrar conteúdos informativos, como textos, vídeos e artigos.

Além disso, e-books, produtos audiovisuais e outros serviços digitais também podem ser utilizados como forma de atração.

 

Tecnologia na Psicologia

E já que falamos em um público mais conectado e receptivo à inovação, agregar tecnologia à psicologia é uma ótima opção.

Além do próprio atendimento online, outras tendências na psicologia são usadas para benefício de quem faz terapia:

 

  • Realidade virtual – com a utilização de óculos de VR, é possível otimizar as técnicas da Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), fortalecendo o vínculo psicólogo-paciente, especialmente em casos de adolescentes;
  • Tratamento de fobias – também com o uso de óculos de realidade virtual, aplicativos e simuladores que aproximam o paciente do seu medo, como o EMDR (Dessensibilização e Reprocessamento por Meio dos Movimentos Oculares);
  • Estimulação cognitiva – com a junção de equipamentos de monitoramento cognitivo e técnicas psicológicas que auxiliam no controle e estímulo cognitivo;
  • Produção de diagnósticos fidedignos – coleta e análise de dados precisos do paciente através de testes psicológicos, otimizando o processo de produção de diagnósticos que indicam informações emocionais e dados cognitivos coerentes com o laudo clínico.
  • Gamificação – plataformas virtuais utilizadas para auxiliar pacientes a lidar com problemas e desafios pessoais.

 

Essas são algumas tendências na psicologia que poderemos ver com maior frequência no a partir do próximo ano.

Portanto, é fundamental que o profissional esteja bem informado e atualizado quanto às tendências na psicologia.

Sem Comentários

Poste um comentário