Empreendedorismo para Psicólogos: Entenda por onde começar

Like Melon > Empreendedorismo  > Empreendedorismo para Psicólogos: Entenda por onde começar
psicólogo empreendedor

Empreendedorismo para Psicólogos: Entenda por onde começar

No início pode até soar estranho, mas a verdade é que o empreendedorismo para psicólogos é real.

Quando bem compreendido, o conceito de empreendedorismo para psicólogos pode contribuir com o crescimento do profissional.

O que é empreendedorismo para psicólogos?

Assim como para os demais profissionais do mercado, o psicólogo deve saber administrar sua carreira.

O empreendedorismo para psicólogos contribui não somente para a valorização da profissão, bem como para a sustentabilidade da carreira.

Conhecer, ainda que basicamente, os pontos mais importantes de um negócio também é papel desse profissional.

O empreendedorismo para psicólogos passa pela compreensão de vários processos, como mercado, financeiro e marketing.

Apesar de não precisar ser especialista em nenhum destes assuntos, o psicólogo deve saber do que se tratam.

 

Entenda qual é o seu negócio

Todo profissional, independentemente da área de atuação, precisa conhecer o seu negócio e o mercado em que atua.

É imprescindível para o vendedor de um produto ou prestador de serviços ampliar a sua visão.

Especialmente se esse profissional é autônomo ou prestador de serviços, seja para uma clínica, consultório ou hospital.

Uma visão ampliada do negócio te permite entender e conhecer o terreno onde você atua.

É importante também compreender como o seu trabalho pode solucionar possíveis dores que o mercado atual possui.

Vou te dar um exemplo: você se lembra da Blockbuster, a maior rede de locadoras de filmes do mundo?

Apesar de muita gente achar que o negócio da empresa era alugar filmes, na verdade ela trabalhava com entretenimento.

Enquanto a Blockbuster achou que esse mercado se resumia à locação de fitas de vídeo, outras empresas do ramo inovaram.

Com a expansão da internet banda larga, os serviços de streaming dominaram o mercado do entretenimento.

A chegada de empresas como Netflix e Amazon Prime Video decretaram a derrocada da Blockbuster.

A locadora teve a oportunidade de adquirir a Netflix no ano de 2013, mas recusou a proposta de compra.

Além disso, ela não se atualizou, e continuou com práticas antigas, que irritavam o público, como a cobrança de multas em caso de atrasos.

Não a Netflix, mas a falta de visão de mercado da Blockbuster levou a empresa à falência, fechando as portas em 2014.

Levando em conta a história da Blockbuster, que não compreendeu o mercado em que atuava, qual lição podemos tirar?

O empreendedorismo para psicólogos fala dessa visão ampliada de mercado que o profissional precisa ter.

Qual é o seu negócio, em que mercado você atua, e quais os problemas e as dores você resolve?

Faça uma reflexão acerca de quais as formas que você pode contribuir com o mercado.

Quais produtos e serviços pode oferecer para os mais diversos segmentos, como pessoas físicas, empresas ou parceiros.

Além disso, quais os aspectos mais importantes que você deve saber para empreender na psicologia?

Dentre muitos outros, vamos destacar aqui três importantes pontos importantes, que devem ser considerados:

  • Produtos e serviços
  • Financeiro
  • Marketing

E como cada um deles pode colaborar com o empreendedorismo para psicólogos?

 

Produtos e serviços de psicologia

Você já parou pra pensar quais produtos e serviços você disponibiliza para o seu público?

Primeiramente, o que são produtos e serviços?

Produto é todo bem material, físico que você possa vender ou distribuir, como livros e cartilhas.

Serviço é todo bem de consumo intangível, ou seja, que não se pode tocar. Estamos falando de aulas, palestras e consultas.

Um psicólogo geralmente comercializa serviços, já que seus atendimentos e consultas são bens intangíveis.

Entretanto, já imaginou se você ampliasse sua oferta ao público, disponibilizando outros serviços, e produtos também, ao mercado?

Você pode expandir seu ramo de atuação, e trabalhar em muitas outras frentes, entre elas:

  • Aulas em universidades;
  • Palestras para empresas, escolas, setores governamentais;
  • Criação de site, blog e redes sociais com conteúdo de saúde mental;
  • Vídeos informativos na internet;
  • Bens de consumo virtuais (infoprodutos), como podcasts e ebooks;
  • Publicação de produtos físicos, como livros e revistas sobre saúde mental.

Essas são possibilidades que podem ajudar a estabelecer seu nome e de sua empresa, além, ampliando sua visão de mercado.

 

Financeiro

O financeiro é um dos setores estratégicos de toda empresa, e deve ser tratado com profissionalismo e transparência.

É uma área primordial, já que é ela que apresenta os resultados financeiros de seu trabalho.

Com o suporte de profissionais especializados, o psicólogo deve saber coletar e analisar diversos dados e números, como:

  • Fluxo de caixa;
  • Custos fixos e variáveis;
  • Investimentos necessários.

A saúde financeira de sua empresa, seu negócio e sua carreira dependem do conhecimento desses dados.

É fundamental saber qual o valor da consulta, quais os gastos mensais (contas, aluguéis, etc.) e outras informações relevantes.

 

Marketing

Antigamente marketing era algo que apenas as grandes empresas e as marcas reconhecidas possuíam.

Os profissionais e as empresas especializadas costumavam cobrar preços elevados para traçar campanhas e estratégias.

Entretanto, com o advento da internet, e principalmente das redes sociais, essa realidade foi alterada.

Para o benefício de todos, especialmente para profissionais autônomos e donos de pequenos negócios, como psicólogos.

Você precisa conhecer os pontos básicos do marketing, que ajudarão a tomar as decisões mais acertadas.

  • Análise interna x externa;
  • Financeiro e vendas;
  • Publicidade.

O primeiro fala dos diagnósticos que o psicólogo deve fazer interno (da clínica, do consultório) e externo (do mercado).

É necessário o estabelecimento da missão, da visão e dos valores da clínica e dos profissionais que atuam ali.

Além disso, é importante conhecer suas fraquezas e pontos fortes, e comparar com o que existe no mercado (benchmarking).

Conforme dissemos anteriormente, ainda que não seja especialista, você precisa conhecer as finanças do negócio.

O marketing possui ferramentas que colaboram para o seu negócio vender mais, e ter sustentabilidade a longo prazo.

Por fim, a publicidade está diretamente conectada aos dois primeiros pontos.

Ela é um instrumento utilizado para mostrar o seu negócio, ao público-alvo, na hora certa.

A divulgação do seu negócio não deve se limitar à propagandas do seu consultório ou clínica.

Inúmeras outras ações são muitas vezes mais assertivas e eficientes, como a produção de conteúdo para a internet.

Conhecendo seu público-alvo, e sabendo mais sobre quem quer comprar de você, a publicidade é mais certeira.

Esse conhecimento te ajuda a traçar melhores estratégias, e a direcionar todas as suas ações.

Se você deseja aprimorar seus serviços, e expandir a carreira, o empreendedorismo para psicólogos deve ser colocado em prática.

Sem Comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.