Mídia Paga: Seja visto na web!

Like Melon > Marketing Digital  > Mídia Paga: Seja visto na web!

Mídia Paga: Seja visto na web!

Muitos empreendedores sentem-se inseguros quando o assunto é investimento em mídia paga e isso acontece devido à falta de esclarecimento sobre os reais riscos e benefícios desse tipo de ação. É sabido, pelo mundo empresarial, que para gerar o crescimento de um negócio, levando em consideração o contexto mercadológico contemporâneo, é fundamental que a marca se faça presente no mundo digital e que, além disso, apareça para os seus potenciais clientes.

O alto volume de conteúdo presente nas redes sociais tem dificultado o alcance de resultados satisfatórios quando o empreendedor investe apenas em distribuição orgânica. Muitas vezes, o produto e/ou serviço são de excelente qualidade, mas a falta de clientes e a baixa nas vendas são ocasionadas por uma distribuição inadequada de conteúdo. Com o passar do tempo está ficando mais difícil ser encontrado por seus potenciais clientes de forma orgânica, além de que a audiência tem enfrentado maior dificuldade para encontrar conteúdo de qualidade e assertivo, em relação às suas demandas.

O investimento em mídia paga é, atualmente, considerado um fator de crescimento para qualquer negócio, uma vez que conecta a sua marca com o público correto, no momento correto. Acompanhe o texto, a seguir, e descubra como seu negócio pode vencer a concorrência a partir do uso de mídia paga.

O que é mídia paga?

O sucesso da sua empresa depende muito da estratégia estabelecida para seu marketing digital e que deve ser condizente com um plano de marketing bem estruturado e que leve em consideração tanto dados qualitativos como quantitativos, sobre a presença digital da sua marca.

Após analisar sua concorrência, novas tendências, seu público-alvo e o seu mercado de atuação, de modo geral, é que se define o conteúdo a ser comunicado com suas personas, tanto por meios online, quanto por meios off-line. Conhecer o que seus potenciais clientes buscam é fundamental para a produção de um conteúdo vencedor, assim como para a escolha das redes sociais em que sua marca estará presente e para determinar a forma de distribuição desse conteúdo, seja de forma orgânica ou paga.

Para a ciência da Comunicação Social, mídia é todo suporte que promove a divulgação de informações, podendo ser um suporte físico ou digital. São exemplos de mídia paga: um outdoor em vias públicas ou um banner, que aparece em seu navegador de internet, sobre uma promoção imperdível. Em termos de Inboud Marketing, ou seja, marketing digital voltado para atração de potenciais clientes, as mídias podem ser pagas às plataformas de redes sociais e/ou aos buscadores, sites de pesquisa como o Google. O objetivo do pagamento dessas mídias, para que seu conteúdo seja divulgado, é alcançar um público específico que teria dificuldade para dialogar com a sua marca de forma orgânica (mídia que gera engajamento do seu público de forma espontânea, sem ser paga). Dessa forma, a mídia paga fortalece a estratégia de marketing estabelecida e tende a diminuir o tempo de conquista de novos clientes.

 

Mídia paga para redes sociais e buscadores

Além de gerar resultados mais rápidos, as mídias pagas apresentam as seguintes vantagens: aumento de tráfego; possibilidade de investimentos flexíveis; aumento da visibilidade da marca; facilita a mensuração dos resultados (taxa de clique, custo por clique, custo por aquisição, impressões e conversão, por exemplo) e possibilita uma segmentação mais eficaz (as plataformas digitais direcionam o seu conteúdo para o público especificado, a partir da análise dos hábitos desse público na rede). Veja, a seguir, os formatos de mídia paga digital que podem compor a estratégia de marketing do seu negócio:

– Links patrocinados: Os links patrocinados são os links de conteúdo que aparecem nas primeiras posições do Google (ou qualquer outro buscador, site de pesquisa de conteúdo), quando o usuário pesquisa uma palavra-chave. Para isso, é necessário que se crie uma campanha de link patrocinado a partir do Google AdWords, o qual utilizará a segmentação de público especificada para direcionar o conteúdo. Um direcionamento eficaz é realizado a partir da especificação correta de palavras-chave iniciais, horário, tempo e local de abrangência da campanha.

– Remarketing: Estratégia utilizada para alcançar possíveis clientes que visitaram o seu site. Mas como isso é possível? A partir do momento que o visitante pesquisa sobre um produto/serviço da sua marca, um anúncio aparecerá em outros sites que ele visite como forma de lembrá-lo do item pesquisado ou novas promoções. Com esse fim, pode ser gerada uma tag com o Google AdWords ou com o Facebook Ads e adicioná-la ao site da sua empresa. Dessa forma, quando seu lead acessar a página tagueada do seu site, entrará automaticamente para sua lista de remarketing.

– Anúncios em redes sociais (Social Ads): As redes sociais são os canais digitais mais acessados e representam o espaço de maior concentração de potenciais clientes. Veja, a seguir, como os anúncios podem ser realizados nas principais redes sociais:

  • Facebook: O custo do investimento varia de acordo com a segmentação especificada, o índice de qualidade do anúncio e o seu histórico. Lembre-se que vale mais a pena alcançar poucas pessoas qualificadas do que alcançar muitas pessoas que não tem interesse pela sua marca.
  • LinkedIn: É a maior rede social profissional, sendo excelente para estabelecer parcerias com fornecedores, por exemplo. Conheça melhor o perfil profissional do seu público, entendo melhor as características de suas personas. Dessa forma, com uma boa estratégia, o tempo da jornada do comprador pode ser diminuído significativamente.
  • Instagram: É a rede social que mais cresce atualmente. Os vídeos curtos e imagens em carrossel são ótimos para criar storytellings e engajar suas personas. Mídia paga é por meio do Instagram Ads, o qual também pode ser acessado pelo gerenciador de anúncios do Facebook. É uma plataforma muito acessada de celulares e sendo assim, estabeleça sua estratégia de marketing a partir das características de uso próprias de cada rede social.
  • Twitter: No Brasil, os anúncios pagos do Twitter estão disponíveis apenas para contas maiores, com investimentos iniciais acima de R$12.500,00 mensais. Uma boa estratégia é segmentar seu público alvo a partir do estudo de seguidores de influenciadores e com a utilização de palavras-chave que representem as demandas de suas personas.
  • YouTube: Plantaforma voltada para público alvo que prefere comunicação via vídeos. Vale a pena apostar nos anúncios que antecedem o início dos vídeos ou que surgem ao longo da visualização do mesmo. Esses anúncios são vinculados ao Google AdWords.

– Anúncios Online (Native Ads): A sua marca realiza anúncios veiculados dentro de sites de notícias e de conteúdos diversos. Os seus anúncios ficam posicionados ao lado ou ao final dos artigos, sem atrapalhar a experiência de leitura do visitante e têm o intuito de direcionar o leitor para o seu site e/ou blog. Geralmente representam um custo mensal mais elevado.

Like Melon: conte com profissionais especialistas em mídia paga

A Like Melon é uma agência de marketing digital, com vasta experiência em Inbound Marketing e em gerar excelentes resultados a partir de mídia paga. É parceira da Resultados Digitais, utilizando os softwares RD Station Marketing e RD Station CRM, ferramentas de grande eficácia para estabelecer, mensurar e adequar estratégias de marketing de alta performance.

Entre em contato com os representantes da Like Melon e entenda como a as novas tendências em mídia paga podem gerar um crescimento exponencial para o seu negócio. O seu sucesso é você quem faz e a Like Melon te mostra os melhores caminhos!

likemelon
likemelon
Sem Comentários

Poste um comentário

Comentário
Name
Email
Website